Incidência de Hypothenemus hampei (Ferrari) a diferentes altitudes e idades da cultura de café na região Amazonas no Peru

Sharmely Hilares Vargas, Santos Triunfo Leiva-Espinoza, Hipólito Murga-Orrillo, Maria de Fátima Barbosa Coelho, Elbert Simon Cowo

Resumo


A distribuição e incidência das pragas em função de um gradiente de altitude e idade de culturas perenes é relevante para visar um controle fitossanitário eficiente. Objetivou-se avaliar o efeito da altitude e idade da cultura de café (Coffea arabica) na incidência de Hypothenemus hampei (Ferrari) no fruto. Foi realizado um delineamento em blocos casualizado constituído por três sítios localizados em Omia, Huambo e Chirimoto na província de Rodriguez de Mendoza, região Amazonas, com arranjo fatorial 3x3: com fator altitude (1200-1400 m, 1400-1600 m e >1600 m) e fator idade da cultura (3-5 anos, 5-8 anos e >8 anos), totalizando nove tratamentos: T1 (1200-1400 m*3-5 anos), T2 (1200-1400 m*5-8 anos), T3 (1200-1400m*> 8 anos), T4 (1400-1600 m*3-5 anos), T5 (1400-1600 m*5-8 anos), T6 (1400-1600 m*> 8 anos), T7 (> 1600 m*3-5 anos), T8 (> 1600 m*5-8 anos) y T9 (> 1600 m*> 8 anos). Foram amostradas dez plantas por parcelas e contabilizado o número de frutos brocados por ramo. A variável avaliada foi porcentagem de incidência de H. hampei no fruto. A maior porcentagem de incidência de H. hampei correspondeu a T3 com 34.8% e T2 com 17.57% e. Os menores valores de incidência foram para T4 com 2.24% e T7 com 5.02%. Conclui-se que quanto a menor altitude e maior idade da cultura, maior é a incidência de H. hampei; enquanto quanto a maior altitude e menor idade da cultura menor é a incidência de H. hampei no fruto de café.

Palavras-chave


cultura perene, praga, broca, distribuição

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.