Manejo químico de doenças na soja: análises multivariadas com dados da safra 2016/2017

Salathiel Antunes Teixeira, Carlos Tadeu dos Santos Dias

Resumo


Um meio de manejar doenças da soja é utilizar fungicidas. Quando aplicados, estes visam o controle de doenças com destaque para a Ferrugem da soja. Estudos sobre os químicos auxiliam na compreensão das táticas de manejo usadas por produtores. O objetivo deste foi estudar um grupo de produtores e a área tratada com diferentes fungicidas em análises multivariadas de principais componentes (PC) e agrupamento. Foram usados dados de uma amostra de 8 produtores (variáveis na análise) da microrregião de Goioerê, PR, avaliando o total de fungicidas, dose praticada pelos produtores e um valor arbitrário de 2,5 aplicações na safra de 2016/2017, e a área média foi 96,2 ha por produtor. Foram relacionados 9 produtos comerciais que serão identificados pelos grupos T (triazol), Tzlin (triazolintione), C (carboxamida), E (estrobilurina), Ditio (ditiocarbamato) e Inorg (inorgânicos) sozinhos ou em suas combinações. As marcas comerciais foram denotadas por Mi com i de 1 até 5. A análise de PC resume nas duas componentes mais representativas 76,90% da variância. Os produtores 2 e 7 priorizaram em suas áreas manejos com Tzlin+E e T+E/M2. O manejo nas áreas dos produtores 1, 3 e 4 teve influências de E+C e Inorg. Nos produtores 5, 6 e 8 estão as maiores áreas tratadas com Ditio e T+E/M5. Os produtos T+E/M3, T+E/M4 e T não compõe grandes áreas nos produtores. Considerando a soma de quadrados interna total foram determinados 4 agrupamentos: Tzlin+E e T+E/M2, E+C e Inorg, Ditio e T+E/M5 e os produtos T+E/M3, T+E/M4 e T. Estes agrupamentos são bem definidos no dendrograma. A utilização dos produtos Ditio e Inorg (multissítios) destacados nas análises reflete a adoção de táticas recomendadas por órgãos oficiais no manejo contra resistência de patógenos. A redução de eficiência de controle de alguns fungicidas impactou diretamente na sua utilização justificando menores áreas. Os produtos Tzlin+E e T+E/M2 se destacam com maiores áreas possivelmente devido ao seu melhor controle da Ferrugem da soja à época.

Palavras-chave


fungicidas, multissítios, principais componentes, análise de agrupamento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.