Incidência de doenças e viabilidade econômica em sistemas de cultivo protegido de alface orgânico e convencional

Diego Sartoretto, Natasha Akemi Hamada, Maycon Douglas Sbalcheiro, Matheus Henrique Trembulak

Resumo


A produção de hortaliças em sistema protegido pode ocorrer sob práticas orgânicas ou convencionais. A produção orgânica vem crescendo nos últimos anos devido à preocupação com aspectos socioambientais. O objetivo foi realizar o levantamento de doenças incidentes em sistemas orgânico e convencional de produção de alface em cultivo protegido e avaliar o impacto destas na rentabilidade final do produtor. O trabalho foi desenvolvido em duas propriedades comerciais situadas no município de Palmas/PR no ano de 2017, sendo que uma delas adotava o sistema orgânico de produção e a outra o sistema convencional. O monitoramento da incidência das doenças aconteceu semanalmente. Paralelamente foram coletados dados de temperatura e umidade relativa do ar, bem como realizado levantamento dos custos de produção e preço de venda da alface no mercado. A propriedade orgânica foi a mais afetada por problemas fitossanitários, tendo sido observados sintomas de podridão-mole (Pectobacterium carotovorum subs. carotovorum), oídio (Oidium spp.), fusariose (Fusarium oxysporum) e mofo-branco (Sclerotinia sclerotiorum), com incidência de 3,54%, 1,9%, 0,71% e 0,3%, respectivamente. Na propriedade convencional foram observados sintomas de oídio e fusariose, com incidência de 0,93% e 0,23%, respectivamente. Essa maior incidência de doenças no sistema orgânico deve-se à presença de hospedeiros secundários, permanência dos restos culturais nos canteiros, molhamento excessivo do solo e existência de inóculo primário na área. Embora o sistema orgânico tenha tido maior custo para o controle de doenças, foi mais lucrativo em relação ao convencional quando se analisou todos os fatores de produção, com exceção do custo de mudas pois um dos produtores realizava produção própria. As plantas produzidas no sistema orgânico ocasionaram lucratividade 25% maior do que aquelas produzidas no sistema convencional, principalmente pelo maior valor obtido na venda do produto.

Palavras-chave


Lactuca sativa, Fitossanidade, lucratividade, plasticultura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.