Efeito de glifosato e fertilizantes a base de manganês no controle de plantas daninhas em soja transgênica

João Paulo Junior, Mariana Vilela Lopes, Antonio Eduardo Fonseca, Maria Fernanda Tavares Ramos

Resumo


O amarelecimento da soja transgênica, Roundup Ready (RR) após aplicação do glifosato pode estar associado à deficiência momentânea de manganês, havendo a necessidade de adição suplementar. Com esta hipótese, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes fertilizantes contendo manganês e glifosato (sal de isopropilamina) sobre o controle de plantas daninhas e a produtividade da soja. O estudo foi conduzido no município de Jaboticabal/SP no ano agrícola 2017/2018 com a cultivar M7739RR semeada em 08/11/2017. Foram testados os tratamentos: 1) testemunha; 2) Ative W3®; 3) glifosato; 4) glifosato com Ative W3®; 5) glifosato com fertilizante a base de manganês (padrão 1) e 6) glifosato com fertilizante a base de manganês (padrão 2), delineados em DBC com 4 repetições. Foi realizada uma aplicação única aos 28 dias após a emergência da cultura da soja quando as plantas daninhas apresentavam de 3 a 4 folhas. As doses empregadas foram de 2,0 L ha-1 de glifosato e de 1,5 L ha-1 para os fertilizantes. Avaliou-se o controle de Ipomoea nil, I. grandifolia e I. quamoclit aos 7, 14, 21, 28 e 35 dias após a aplicação, além da produtividade da cultura da soja. Houve diferença significativa entre os tratamentos para a variável porcentagem de controle de plantas daninhas, sendo que os produtos Ative W3® e o fertilizante a base de manganês (padrão 1) não afetaram a eficiência de controle das plantas daninhas quando associados do glifosato. Para a produtividade o Ative W3® associado ao glifosato diferenciou-se dos demais tratamentos contendo fertilizantes a base de manganês e da testemunha, resultando em maior produtividade.


Palavras-chave


soja RR, Glycine max, yellow flashing, nutrição foliar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.