A angulação do jato de aplicação de fungicidas interfere no controle da ferrugem asiática da soja?

Maria Fernanda Tavares Ramos, Ana Beatriz Dilena Spadoni, Gabriela Pelegrini, Marcelo da Costa Ferreira

Resumo


A angulação dos jatos em relação ao plano da cultura da soja é praticada com a intenção de melhorar a penetração e distribuição das gotas em culturas com alto índice de área foliar, bem como o controle de doenças com alta taxa de progressão. O objetivo deste estudo foi determinar o posicionamento da barra pulverizadora quanto ao ângulo de emissão dos jatos, em relação ao plano da cultura, que proporcione maior controle da ferrugem asiática, com quatro formulações de fungicidas multissítios. O experimento foi conduzido a campo no período de novembro de 2018 a março de 2019, utilizando-se a variedade Monsoy 7739 IPRO, semeada no dia 13 de novembro de 2018, próximo ao final do período ideal para semeadura, e maior exposição da cultura ao patógeno. Foram realizadas quatro aplicações em intervalos aproximados de dez dias, iniciando aos 50 dias após a emergência. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com quatro repetições em esquema fatorial 4x3+1, cujos fatores foram quatro formulações de fungicidas multissítios: oxicloreto de cobre SC (1,0 L ha-1); oxicloreto de cobre WP (1,0 L ha-1); mancozeb OD (1,5 L ha-1) e mancozeb WG (1,5 L ha-1), três angulações da barra (0°, +30° e -30º) e um tratamento adicional como testemunha não tratada. O volume de aplicação foi de 150 L ha-1, aplicados em velocidade de 12,5 km h-1com ponta de pulverização de jato plano, modelo TP 11004 a 45 lbf pol-2. O percentual de severidade foi determinado por notas visuais de acordo com escala diagramática (Godoy et al., 2006), e a partir destes dados foi calculada a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). Os dados foram submetidos à análise de variância, pelo teste F, e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p>0,05). As angulações da barra de pulverização não influenciaram no controle da ferrugem asiática da soja. Foram obtidos maiores controles do patógeno com mancozebe OD e mancozebe WG.


Palavras-chave


Phakopsora pachyrhizi, fungicidas multissítios, tecnologia de aplicação, patógeno.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.