Eficiência de inseticidas no controle de Chrysodeixis includens na cultura da soja

Crébio José Ávila, Bruna Mandryk Cavalheiro, Ivana Fernandes da Silva

Resumo


O controle da lagarta falsa-medideira, Chrysodeixis includens (Walker) (Lepidoptera: Noctuidae), na soja tem sido considerado difícil, por se tratar de uma espécie mais tolerante aos inseticidas normalmente recomendadas para o manejo de lagartas na cultura. Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de inseticidas no controle de C. includens na cultura da soja. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com sete tratamentos (g i.a./ha), como segue: indoxacarbe + novaluron (48+16); indoxacarbe + novalurom (36+12); indoxacarbe + novalurom (48+16); indoxacarbe + novalurom (60+20); flubendiamida (28,8), flubendiamida (48) e uma testemunha, em quatro repetições. A pulverização foi realizada quando a soja se encontrava no estádio R3. Avaliou-se a população de lagartas grandes (LG) e pequenas (LP) de C. includens por ocasião da instalação do experimento (pré-contagem) e aos 2, 4, 7, 10 e 15 dias após aplicação (DAA). Foi verificado efeito significativo de tratamento para a população de LP e de LG em todas as cinco avaliações realizadas após a aplicação dos inseticidas na cultura da soja. Aos 2 e 4 DAA os níveis de controle de LP variaram de 55,9 a 91,6% e 56,3 e 83,7%, respectivamente, sendo os melhores resultados observados nos tratamentos com indoxacarbe + novalurom (36+12; 48+16 e 60+20). Nas avaliações de 7, 10 e 15 DAA, os níveis de controle variaram entre 62,4 a 90,1%, sem diferença estatística entre os tratamentos químicos. Já com relação a LG, houve redução significativa aos 2 e 4 DAA, com os níveis de controle variando de 39,6 a 85,2% e de 55,8 a 84,4%, respectivamente. Nestas avaliações, o menor nível de controle foi constatado no tratamento com flubendiamida, na menor dose avaliada. Já aos 15 DAA, todos os tratamentos apresentaram redução significativa da população da lagarta em relação a testemunha, com níveis de controle variando de 80,6 a 91,7%. Conclui-se que todos os tratamentos reduziram significativamente a população de lagartas, porém, considerando todas as avaliações realizadas no ensaio, apenas os tratamentos contendo o inseticida indoxacarbe + novalurom apresentaram eficiência agronômica, especialmente para o controle de lagartas grandes dessa praga.


Palavras-chave


Glycine max L., controle químico, lagarta falsa-medideira, mortalidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.