Uso de nematicidas e fertilizante organomineral para controle de nematoides na cultura da soja

Natalia Brunetta Vieira, Leonardo Fernando Manzano de Lima, Angélica Berton Braganholo, Cristiane Mendes da Silva Reis

Resumo


A soja é uma das comodities agrícolas de maior importância no mundo. No Brasil busca-se cada vez mais a qualidade e produtividade dessa cultura, e o aparecimento de nematoides na área tem grande impacto sobre a cultura. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de nematicidas e fertilizante organomineral no sulco de plantio sobre parâmetros nematológicos e de desenvolvimento vegetativo da cultura da soja. Os tratamentos foram testemunha, Nemat®, Rizotec® e Nemus®. Os tratamentos foram aplicados no sulco de plantio nas doses pré-determinadas. As variáveis avaliadas foram o número de nematoides no sistema radicular e no solo, nos estádios vegetativos V4 e R3, número de galhas de nematoides em raízes, altura da inserção da primeira vagem, massa fresca da parte área e do sistema radicular, massa de mil sementes e produtividade. Sobre os números de nematoides, não houve diferença estatística entre os tratamentos e os locais que foram realizadas as extrações, para todas as populações e ovos. Quando as análises foram realizadas em diferentes estádios da cultura, apenas o Nemus® reduziu a população de Pratylenchus spp., em 92,52% da fase V4 para a R3. Todos os tratamentos reduziram o número de galhas por sistema radicular, diferindo-se da testemunha. Rizotec® gerou incremento de 42,2% de massa fresca da parte aérea quando comparado a testemunha, se diferindo de todos os tratamentos. Para a altura de inserção da 1ª vagem, massa fresca do sistema radicular, massa de 1000 sementes e produtividade, em função dos diferentes tratamentos não houve diferença estatística entre os mesmos. Conclui-se que o Nemus® diminuiu a população do gênero Pratylenchus spp. no decorrer do ciclo da cultura e que os demais tratamentos também reduziram a incidência de galhas radiculares quando comparados à testemunha.

Palavras-chave


controle biológico, extrato da mamona, Glycine max, Paecilomyces lilacinus, Pochonia chlamydosporia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.