Métodos de superação de dormência em sementes de Sida glaziovii

Julia Aparecida Tameirão, Fabrícia Cristina dos Reis, Luisa Carolina Baccin, João Gabriel Machado Ferrari, Helena Maria Carmignani Pescarin Chamma, Ricardo Victoria Filho

Resumo


Sida glaziovii K.Schum é uma planta daninha perene, nativa do Brasil, que infesta principalmente pastagens, carreadores de pomares e culturas perenes em geral. A germinação das sementes é um importante processo para garantir a estabelecimento das plantas daninhas nas áreas agrícolas, porém, muitas sementes dessas plantas, podem apresentar algum mecanismo de dormência, o que contribui com a perpetuação da espécie. Com o objetivo de se obter mais informações relacionadas a biologia de S. glaziovii, avaliou-se diferentes métodos químicos e físicos para superação da dormência desta espécie. O experimento foi realizado na cidade de Piracicaba - SP, no Laboratório do Departamento de Sementes da ESALQ/USP, em delineamento inteiramente casualizado no esquema fatorial 2x5, com dois lotes de sementes e cinco tratamentos, sendo os tratamentos: controle, escarificação com lixa e imersão no ácido sulfúrico (H2SO4) durante 20 minutos, 60 minutos e 120 minutos. Para cada tratamento, foram utilizadas 4 repetições com 50 sementes cada em caixas gerbox com filtro de papel embebido com água. Foram acondicionadas no germinador com fotoperíodo de 16-8h (luz-escuro) e a temperatura de 30-20 ºC (dia-noite). Foram avaliadas a quantidade de sementes germinadas a cada 2 dias durante 14 dias e ao final do experimento foi calculado o Índice de Velocidade de Germinação (IVG). Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias foram comparadas com teste Tukey a 5% de probabilidade. Não houve diferença em relação ao lote de sementes para o total de sementes germinadas e quanto aos tratamentos, observou-se que o tratamento 4 (60 min H2SO4) apresentou maior porcentagem de sementes germinadas, enquanto o tratamento controle apresentou 0,5% de germinação. O lote 2 apresentou IVG superior ao lote 1 e o tratamento 4 (60 min H2SO4) resultou em maior IVG em ambos os lotes de sementes. Portanto ente os métodos testados, o químico com H2SO4 foi o mais adequado para a superação da dormência.

Palavras-chave


guanxuma, ácido sulfúrico, escarificação, germinação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.