Incidência de patógenos em frutos verdes de macieira das cultivares Eva, Gala e Fuji

Eduarda Kalena Kirsch de Ramos, Maria Gabriela Kirsch de Ramos, Natasha Akemi Hamada

Resumo


A infecção durante a formação dos frutos pode permitir que fungos fitopatogênicos permaneçam latentes até que sejam encontradas condições favoráveis ao seu desenvolvimento e multiplicação. O presente trabalho buscou apontar os principais patógenos incidentes em frutos verdes de macieira, em três cultivares distintas. Os frutos das cultivares Eva, Gala e Fuji, coletados em pomar comercial localizado no município de Palmas – PR, foram selecionados, lavados e depois desinfestados por 5 minutos em solução contendo água destilada e esterilizada, hipoclorito de sódio 0,5% e etanol 92,8% (ambos na proporção de 16 mL L-1) além de gotas de detergente comum. Depois do enxágue, os frutos foram dispostos em caixas (11x11x3,5 cm) tipo gerbox®, com papel filtro esterilizado e umedecido em água estéril. Para cada cultivar foram utilizadas 10 caixas contendo 10 frutos cada uma (cada caixa constituiu uma repetição). Os frutos foram submetidos à técnica do Overnigth freezing e após incubados em BOD a 25 °C por 7 dias. Os frutos foram observados diariamente, até o 7° dia após a incubação (DAI) em microscópio estereoscópico. Quando estes apresentaram colonização por fungos, foram feitas lâminas das estruturas para observação em microscópio óptico. Em todas as cultivares incidiram fungos típicos de pós colheita, como Rhizopus spp., Aspergillus spp. e Penicillium spp. Na cv Eva a incidência foi de 100%, 70% e 0%; na cv Gala foi de 70%, 67% e 74%, e na cv Fuji foi de 100%, 21% e 30%, respectivamente. Além destes, observou-se a ocorrência de Alternaria spp. e de Colletotrichum spp. em frutos da cv Gala, com incidência de 8% e 6%, respectivamente. Ressalta-se a importância da observação destes dois gêneros de fungos, mesmo que em baixa frequência, uma vez que são patógenos importantes na cultura da macieira, capazes de causar infecções em folhas e frutos.

Palavras-chave


epidemiologia, infecção latente, Mallus spp.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.