Seletividade de haloxyfop-p-methyl e clethodim associados aos herbicidas inibidores da ALS em soja convencional

André Luís Ribeiro de Paiva, Lucas da Silva Araújo, Luiza Carolina Baccin, Beatriz Lopes Tavorá, João Gabriel Machado Ferrari, Ricardo Victoria Filho

Resumo


Na escolha do tratamento químico (herbicida, associações de produtos, dosagem ou adjuvante) é importante considerar a sua seletividade para a cultura de interesse econômico. Por isso, objetivou-se avaliar a seletividade de haloxyfop-p-methyl e clethodim quando associados aos herbicidas inibidores da ALS na soja convencional ‘BRS 511’. O experimento foi realizado a campo na ESALQ/USP nos anos agrícolas 2018/2019. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com quatro repetições. Os de tratamentos químicos (g ha-1) foram: haloxyfop-p-methyl (120), clethodim (192), haloxyfop-p-methyl + chlorimuron-ethyl (120 + 6,25), haloxyfop-p-methyl + chlorimuron-ethyl (120 + 12,5), haloxyfop-p-methyl + imazethapyr (120 + 25), haloxyfop-p-methyl + imazethapyr (120 + 50), clethodim + chlorimuron-ethyl (192 + 6,5), clethodim + chlorimuron-ethyl (192 + 12,5), clethodim + imazethapyr (192 + 25), clethodim + imazethapyr (120 + 50) e uma testemunha sem aplicação de produto. A adição de óleo mineral seguiu as recomendações do fabricante de cada produto graminicida. A seletividade dos tratamentos químicos foi avaliada por meio da avaliação de injúrias visuais aos 7, 14, 21 e 28 dias após a aplicação (DAA), teor de clorofila total aos 7, 14 e 21 DAA, componentes do rendimento (estande, altura, número de vagens por planta, peso de mil grãos) e rendimento de grãos. Maiores injúrias às plantas de soja foram observadas aos 7 e 14 DAA de chlorimuron-ethyl (6,25 e 12,5 g i.a. ha-1), em associação com haloxyfop-p-methyl ou clethodim, com impacto negativo sobre o teor de clorofila aos 7 e 14 DAA. Contudo, aos 21 DAA, nenhum dos tratamentos afetou o teor de clorofila, em razão da recuperação das plantas, confirmada pela diminuição das injúrias visuais ou ausência de sintomas. Em razão disso, o rendimento de grãos e os componentes do rendimento não foram prejudicados e, portanto, confirma-se a seletividade dos tratamentos químicos para a cultura da soja convencional ‘BRS 511’.

Palavras-chave


graminicidas, injúrias, tratamento químico, tolerância.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.