Efeito da temperatura no desenvolvimento de Spodoptera eridania (Cramer) (Lepidoptera: Noctuidae)

Fabio Sampaio, César Augusto Marchioro, Flávia da Silva Krechemer

Resumo


A lagarta-das-vagens, Spodoptera eridania (Cramer) (Lepidoptera: Noctuidae), é uma praga polífaga, com ampla distribuição no Brasil, capaz de causar danos durante todo o ciclo da planta. Portanto, é fundamental o conhecimento sobre os fatores que influenciam a biologia da praga. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da temperatura sobre o desenvolvimento de S. eridania. Lagartas recém-eclodidas foram individualizadas e mantidas em câmaras climatizadas nas temperaturas constantes de 15, 20, 25, 28, e 32 ± 1ºC, com fotoperíodo de 12h. Em cada temperatura foram utilizadas 150 lagartas alimentadas com folhas de brócolis (Brassica oleracea var. italica). Diariamente foram avaliados o tempo de desenvolvimento, bem como o peso e a porcentagem de deformidade em pupas. O tempo de desenvolvimento dos estágios imaturos foi analisado com o teste de Kruskal-Wallis e o peso das pupas com ANOVA fatorial, considerando a temperatura e o sexo como fatores (p < 0,05). A porcentagem de pupas deformadas foi comparada com o teste de qui-quadrado (p < 0,05). A duração dos estágios de ovo (H = 48,4; p < 0,05), larva (H = 210,6; p < 0,05), pupa (H = 210,4; p < 0,05) e ciclo ovo-adulto (H = 212,8; p < 0,05) foi influenciada significativamente pela temperatura, sendo registrada uma relação inversamente proporcional entre temperatura e tempo de desenvolvimento. O peso das pupas foi influenciado significativamente pelo sexo (F = 135,5; p < 0,01) e temperatura (F = 93,2; p < 0,01), sendo as fêmeas mais pesadas que os machos. O peso das pupas decresceu com o aumento da temperatura, sendo o maior peso registrado a 15°C (362,5 ± 6 mg), e o menor a 32°C (215,1 ± 7 mg). A porcentagem de pupas deformadas foi maior nas temperaturas extremas avaliadas, atingindo 25,0% a 32°C e 20,7% a 15°C. Os resultados demonstram que a S. eridania se desenvolve em uma ampla faixa de temperatura, evidenciando seu potencial como praga.

Palavras-chave


lagarta-das-vagens, inseto praga, fator abiótico, biologia.

Texto completo:

PDF

Referências


CAPINERA, J, L. University of Florida. Southern armyworm, Spodoptera eridania (Cramer) (Insecta: Lepidoptera: Noctuidae). Florida, 2011.

DENLINGER, D, L. YOCUM, G, D. Physiology of heat sensitivity. In G.J. Hallman & D.L. Denlinger (eds.), Temperature sensitivity in insects and application in integrated pest management. Boulder: Westview Press, 311p. 1998.

MARCHIORO, C, A. FOERSTER, L, A. Development and survival of the diamondback moth, Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Yponomeutidae) as a function of temperature: effect on the number of generations in tropical and subtropical regions. Neotropical Entomology, v. 40, n. 5, p. 533-541, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.