Compatibilidade de isolados de Beauveria bassiana com inseticida químico metoxifenozida

Carolina Gracia Poitevin, Bianca Aparecida Gimenez de Sena, Maria Aparecida Cassilha Zawadneak, Ida Chapaval Pimentel

Resumo


Fungos entomopatogênicos têm amplo potencial de uso dentro de programas de manejo integrado de pragas. Entretanto, para aplicação em campo, é importante avaliar os efeitos de outras técnicas de manejo sobre o desenvolvimento destes agentes de controle biológico. Uma vez que micoinseticidas são aplicados em tanques juntamente ou alternadamente com químicos, estudos de compatibilidade entre microrganismos e defensivos são essenciais para a otimização do manejo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a compatibilidade de isolados do fungo entomopatogênico Beauveria bassiana com o inseticida metoxifenozida em três concentrações finais, dose recomendada (DR), 3DR e DR/3. Suspensões dos fungos de concentração final 1,5x107 esporos mL-1 foram preparadas em soluções do inseticida em solução salina 0,85%, e então espalhadas em placas de meio Sabouraud acrescido de cloranfenicol 0,05%. A viabilidade foi avaliada após 24 horas, e o crescimento e esporulação após 7 dias de incubação a 28 ºC. Isolados de B. bassiana obtidos de insetos foram compatíveis com metoxifenozida nas três concentrações testadas, enquanto para o isolado obtido de solo a concentração mais baixa foi moderadamente tóxica, e as demais tóxicas. Sendo assim, B. bassiana pode ser utilizado em conjunto com metoxifenozida dentro de um programa de manejo integrado de pragas.


Palavras-chave


fungos entomopatogênicos, manejo integrado de pragas, controle biológico, fitossanidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.