Efeito da adição de adjuvantes no pH e condutividade elétrica em calda de Bacillus thuringiensis

Cicero Antonio Mariano Santos, Jaqueline Franciosi Della'Vechia, Fabiano Griesang, Leonardo Freitas Zechin, Ricardo Antonio Polanczyk, Marcelo Costa Ferreira

Resumo


Bacillus thuringiensis (Bt) é uma bactéria que produz esporos e toxinas para diversas ordens de insetos. Os Bt bioinseticidas possuem o Bt como ingrediente ativo que é a principal bactéria utilizada na formulação de bioinseticidas, por ser eficaz no controle de diversas pragas. As caldas fitossanitárias podem ser aplicadas com Bt isolado ou em associação com adjuvantes, que atuam em parâmetros físico-químicos. No entanto, pouco se sabe sobre os efeitos de adjuvantes nas caldas de Bt bioinseticidas. Neste sentido, esse trabalho objetivou avaliar o efeito do potencial hidrogeniônico (pH) e condutividade elétrica (C.E.) de caldas de Bt bioinseticidas associados a adjuvantes. Os tratamentos foram compostos por formulações: Suspensão concentrada (SC) e Pó molhável (WP), e 5 adjuvantes (Li-700®, Agral®, InTec®, Silwet® e Nimbus®). Após o preparo das caldas foram submetidas a avaliações de pH e C.E. utilizando pHmetro de bancada modelo QUIMIS Q4400RS e condutivimetro de bancada modelo MARTE MB-11P. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. As formulações SC e WP do bioinseticida, associadas ao Li-700 apresentam os menores valores de pH (4 para o Bt bioinseticida na formulação SC e 3,5 para a formulação WP), diferindo dos demais tratamentos. As demais caldas não diferiram entre si, e apresentaram pH entre 5 e 5,5. A C.E. das caldas do bioinseticidas associados ao Li-700 apresentaram os maiores valores em ambas as formulações. Quando avaliada a formulação, caldas compostas por SC apresentaram os maiores valores de pH e menores valores de C.E., enquanto as caldas Bt WP apresentaram os menores valores de pH e maiores de C.E. Estes resultados indicam que a mistura de adjuvantes a Bt pode alterar no pH e C.E. da calda, podendo afetar a compatibilidade entre caldas e viabilidade de esporos da bactéria em campo.


Palavras-chave


Bt bioinseticidas, mistura em tanque, tecnologia de aplicação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.