Influência do herbicida atrazine no comprimento do cerco de Doru luteipes

José Mendes dos Santos Júnior, Vinícius de Paula da Silva Barros, Claubert Wagner Guimarães de Menezes, Eliane Souza Gomes Brito

Resumo


Doru luteipes é o mais interessante inimigo natural da principal praga do milho, Spodoptera frugiperda, pois seus cercos o conferem alta habilidade de caça e captura predatória. O herbicida atrazine tem demonstrado caráter não seletivo aos agentes de controle biológico do agrossistema e não se conhece os efeitos subletais que este promove. Objetivou-se analisar a ocorrência e influência de subletalidade por atrazine sobre o tamanho do cerco de D. luteipes. Insetos obtidos em lavouras de milho de sistema agroecológico, foram criados em tubos de PVC. As ninfas foram individualizadas em copinhos plásticos de 100 mL com algodão umedecido e dieta artificial ad libitum. A idade e a mudança de instar foi monitorada de forma a conduzir a pesquisa com insetos padronizados. 48 horas após a mudança para o quarto instar, submeteu-se os insetos ao ensaio de biotoxicidade. O ensaio baseou-se em doses de herbicida atrazine (Atrazina Atanor SC50) sob taxa de 300 L ha -1, sendo os tratamentos: água (T1), e a dose comercial nas concentrações ¼ (T2), ½ (T3), 1x (T4), 2x (T5), 4x (T6) e 8x (T7). 48 horas após a mudança para a fase adulta, avaliou-se milimetricamente o tamanho do cerco. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado (DIC), composto por oito insetos machos e oito fêmeas, sendo cada inseto a unidade interna de cada repetição. Submeteu-se os dados ao teste de Kruskal-Wallis e teste de Shapiro-Wilk. A testemunha e o tratamento dois apresentarem-se com dados não-normais (p<0.05). Entre os demais tratamentos, não houve diferença significativa (p>0.05), embora se evidencie que o herbicida pareceu influenciar na amplitude dos dados, em especial no tratamento constituído pela maior dose.  Dessa forma, atrazine demonstra ser seletivo a D. luteipes quanto à dimensão do cerco.

Palavras-chave


seletividade, controle biológico, subletalidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.