Controle de Salvinia molesta com herbicida e adjuvantes em casa de vegetação

Nathalia Garlich, Mayele Diogo Luperino, Wilson Roberto Cerveira Júnior, Claudinei da Cruz, Robinson Antonio Pitelli, Marcelo da Costa Ferreira

Resumo


Salvinia molesta é uma planta aquática de difícil controle que causa diversos prejuízos aos ambientes aquáticos. A utilização de herbicidas e adjuvantes pode ser uma alternativa no controle com o aumento da absorção e penetração do herbicida na planta e diminuição de risco ambiental.  O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia do herbicida imazamox acrescido dos adjuvantes LI 700®, Agral® e Dash® para controle de S. molesta. Para tanto, plantas de S. molesta foram adicionadas em vasos de 2,5 L contendo solo, areia e substrato (1:1:1 vv-1) e mantidos em casa de vegetação. A dose utilizada foi 900 g i. a. ha-1 de imazamox+0,5% de LI700®, imazamox+0,5% de Agral® e imazamox+0,5% de Dash® e um controle sem adição do herbicida, com 15 repetições em delineamento inteiramente casualizado. As aplicações foram realizadas com pulverização pressurizado por CO2, com barra contendo duas pontas de pulverização BD11001, pressão 200 KPa e volume de calda de 200 L ha-1. As avaliações de eficácia realizadas em 7, 15, 21, 30, 45 e 60 dias após a aplicação (DAA) por notas de controle (0 a 100%). Em 30, 45 e 60 DAA foi realizada análise destrutiva de 5 repetições de cada tratamento para avaliação da massa seca (g) e redução da massa seca. Em 7 DAA não ocorreu controle das plantas em nenhum dos tratamentos. A partir de 15 DAA, até o final do experimento, o controle foi 15% para imazamox+Agral e 10% para imazamox+LI700 e imazamox+Dash devido a rebrota e crescimento do rizoma das plantas. Em 30, 45 e 60 DAA, a massa seca foi 3,68; 5,69 e 7,15 g no controle, respectivamente. Para o imazamox+LI700 foi 3,51; 3,73 e 5,26 g redução de 4,83; 34,45 e 26,51% da massa seca das plantas, respectivamente. Para o imazamox+Agral foi 3,19; 3,21 e 4,70 g reduziu 13,46; 43,55 e 34,23%, respectivamente. Para o imazamox+Dash foi 3,18; 3,84 e 4,65 g reduziu 13,63; 32,51 e 34,23%, respectivamente. Conclui-se que o imazamox acrescido de Agral foi o que melhor controlou e reduziu a massa seca de S. molesta.


Palavras-chave


tecnologia de aplicação, planta aquática, manejo e controle químico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.