Eficácia de herbicidas para controle de capim-colchão (Digitaria horizontalis)

Claudinei da Cruz, Cassia Gracioli Pereira, Wilson Roberto Cerveira Júnior, Luís Henrique de Oliveira Perez, Gabriel Foks Pekin, Murillo Malvaso

Resumo


As gramíneas são um grande obstáculo para restauração florestal, pois competem com as espécies de interesse por água, espaço, luz e nutrientes, além de contribuir para a propagação de incêndios. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia dos herbicidas haloxyfope-p-metílico, oxyfluorfen, isoxaflutole e flumioxazina no controle de capim-colchão (D. horizontalis). Para tanto, as sementes foram semeadas em vasos contendo 1kg de solo+substrato (1/1;vv-1). Após 30 dias, foi realizada a aplicação de haloxyfope-p-metílico (135 e 216 g i.a. h-1), oxifluorfen (720 e 960 g i.a. ha-1), isoxaflutole (75 e 140 g i.a. ha-1)e flumioxazina (90 e 110 g i.a. ha-1) e um controle (sem aplicação de herbicida) com 10 repetições em delineamento inteiramente casualizado.As aplicações foram realizadas com pulverizador costal pressurizado por CO2, munido de duas pontas TEEJET 11002 e volume de calda de 200 L ha-1. As avaliações de eficácia foram realizadas em 3, 7, 15, 21, 30 e 45 dias após a aplicação (DAA) por porcentagem (0 a 100%). Em 3 DAA, o controle foi de 8% para haloxyfope-p-metílico em ambas as doses, de 18% isoxaflutole, de 12% para flumioxazina e de 17 e 23% para o oxyfluorfen 720 e 960 g i.a. ha-1. Em 7DAA, o controle foi de 68% para haloxyfope-p-metílico em ambas as doses, de 56% para oxyfluorfen, de 29% para isoxaflutole e de 26% para flumioxazina. A partir de 15 DAA ocorreu 100% de eficácia com haloxyfope-p-metílico e para flumioxazina não ocorreu evolução no controle, devido a rebrota das plantas. O oxyfluorfen controlou 88 e 68% com 720 e 960 g i. a. ha-1 em 15 DAA e o isoxaflutole 36% em ambas as doses. Em 21 DAA, o controle foi de 96 e 68% para oxyfluorfen e de 36 e 43% para isoxaflutole. Em 30 DAA, de 91 e 50% para oxifluorfen e 31 e 48% para isoxaflutole. Em 45 DAA, o controle foi de 88 e 50% para oxifluorfen e de 29 e 48% para isoxaflutole. O haloxyfope-p-metílico apresentou melhor eficácia no controle de D. horizontalis.


Palavras-chave


controle químico, planta daninha, floresta.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.