Atividade heterotrófica de microrganismos presentes no sedimento após controle químico com adjuvante e diferentes tecnologias de aplicação

Guilherme Leonardi Garcia, Karina Petri dos Santos, Ana Carolina de Oliveira, Isabella Alves Brunetti, Nathalia Garlich, Claudinei da Cruz

Resumo


O controle químico pode ser uma forma de controle de macrófitas e seu resíduo pode ser metabolizado pela biota presente no sedimento. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a quantificação de CO2 através da metabolização de microrganismos presentes no sedimento. Para tanto, foram utilizados 150 g do sedimento de microcosmos coletados 60 dias após aplicação do herbicida imazamox acrescidos do adjuvante Dash® para controle de Salvinia molesta com duas tecnologias de aplicação, pulverizador costal com pressão constante de CO2 e pulverizador costal manual eletrostático, com concentrações de 800, 900 e 1000 g i.a. ha-1, com um controle e três repetições. Após secagem, o sedimento foi mantido em estufa de demanda biológica de oxigênio (BOD) com temperatura a 25 ºC, intensidade luminosa de 500 lux, fotoperíodo de 12 horas, por 30 dias. Neste período foi realizado três mensurações em 7, 15 e 30 dias, que quantificou a evolução de CO2  capturado pela titulação com solução de HCl 0,2N. Na aplicação convencional, a evolução do CO2 pela metabolização nos sedimentos avaliados, das diferentes doses não ocorreu diferença significativa, porém ocorreu diferença entre os dias avaliados com o metabolismo dos microrganismos mais acelerado em 30 dias, no controle com 33,35 mg CO2, em 800 g i.a. ha-1, 33,37 mg CO2 em 900 g i.a. ha-1, 33,36 mg CO2 e em 1000 g i.a. ha-1, 33,38 mg CO2. Em relação a tecnologia eletrostática, a evolução do CO2 das diferentes doses não ocorreu diferença significativa, porém ocorreu diferença significativa entre os dias mensurados, com maior CO2 em 30 dias, no controle, com 33,35 mg CO2, em 800 g i.a. ha-1, 33,36 mg CO2; em 900 g i.a. ha-1, 33,38 mg CO2 e, em 1000 g i.a. ha-1, 33,37 mg CO2. Assim, concluiu-se que as diferentes tecnologias, adjuvante e doses não influenciaram nas taxas metabólicas microbianas, porém o tempo de avaliação apresentou efeito sobre a atividade microbiana do sedimento.


Palavras-chave


sedimento, xenobiótico, microrganismos, adjuvante, herbicidas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.