Eficácia do imazamox associado à fonte de cloro para o controle de Salvinia molesta

Gabriel Foks Pekin, Luis Henrique de Oliveira Perez, João Pedro Nesso, Wilson Roberto Cerveira Júnior, Nathalia Garlich, Claudinei da Cruz

Resumo


O excesso de plantas aquáticas causa prejuízos aos corpos hídricos como evapotranspiração, redução da capacidade de navegação, entre outros. A S. molesta se destaca por apresentar rápida infestação tornando-se de difícil controle. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia do herbicida imazamox isolado e em mistura com dicloro s-triazinatriona no controle de S. molesta. Para tanto, foram utilizados vasos de 2,5 L contendo substrato composto por areia, solo e composto orgânico (1:1:1 vv-1) e adicionados plantas de S. molesta. A seguir, foram aplicadas as seguintes doses do imazamox + dicloro: 800 g i.a L ha-1 e imazamox + dicloro com 800 g i.a L ha-1+ 1,5 mg de cloro ativo L-1; 600 g i.a L ha-1 + 1,5 mg L-1; 400 g i.a L ha-1 +1,5 mg L-1; 800 g i.a L ha-1 + 2,5 mg L-1; 600 g i.a L ha-1 + 2,5 mg L-1; e 400 g i.a L ha-1 + 2,5 mg L-1 com um controle e 10 repetições. As aplicações foram realizadas com pulverizador pressurizado por CO2 com duas pontas tipo leque teejet 11002 e consumo de calda de 200 L ha-1. As avaliações foram realizadas em 3, 7, 15, 21, 30, 45, 60 DAA (dias após a aplicação) por nota de controle (0 a 100%) e a massa seca aos 60 DAA. Em 3 DAA não ocorreu controle em nenhuma dose avaliada. Em 7, 15 e 21 DAA ocorre 35% de controle em todas as doses, exceto 800 g i.a. ha-1 + 2,5 mg L-1 que controlou 50% em 21 DAA. Em 30 DAA, ocorre 40% de controle em todas as doses, exceto 600 e 800 g i.a. ha-1 + 2,5 + 2,5 mg L-1 com 50%. Em 45 DAA, com 800 (isolado), 600 e 800 g i.a. ha-1 + 2,5 mg L-1 ocorreu 60% de controle e nas demais doses ocorreu 50%. Em 60 DAA, com 600 e 800 g i.a. ha-1 + 2,5 mg L-1 ocorreu 80 e 90% de controle e nas demais doses ocorreu 70%. Para massa seca, com 800 (isolado) ocorreu 83,58% e a demais variou de 71,24 a 89,74%. A mistura do herbicida com a fonte de cloro foi eficaz no controle de S. molesta.

Palavras-chave


planta aquática, planta invasora, associação de produtos, eficiência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.