Estratégias de controle de plantas daninhas através de diferentes posicionamentos de indaziflam na cultura do café

Gabriel Zanetti Leal, Paulo Vinicius da Silva, Gustavo César Barbosa, Andréa Ferrari, Sergio Mateus Tronquini, Gabriel Bardy Prado Bueno

Resumo


O indaziflam apresenta registro para a cultura do café como herbicida pré-emergente. De forma recorrente esse produto é posicionado nos cafezais de forma isolada e/ou associado com o glifosato. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia de controle de plantas daninhas através da aplicação do herbicida indaziflam de forma isolada ou associado com glifosato em um cafezal. O experimento foi realizado em campo cultivado com café. Antes da aplicação dos tratamentos foi realizado um levantamento fitossociológico. O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x3, sendo quatro principais espécies de plantas daninhas identificadas no levantamento fitossociológico (Digitaria horizontalis, Digitaria insularis, Eleusine indica e Amaranthus hybridus) e três tratamentos de herbicidas: indaziflam (150 g ha-1), glifosato (960 g ha-1), indaziflam + glifosato (75  + 500 g ha-1) e a testemunha sem a aplicação de herbicida.  O controle visual das plantas daninhas foi avaliado aos 0, 9, 14, 30 e 37 dias após a aplicação dos tratamentos (DAT). Digitaria horizontalis foi controlada de forma eficiente com a aplicação de glifosato e da associação de glifosato + indaziflam, com 87,5 e 92,5% de eficácia, respectivamente. Eleusine indica também foi controlada de forma eficiente mediante as aplicações dos tratamentos de glifosato e da associação de glifosato + indaziflam, com 88,75 e 82,5% de eficácia, respectivamente. A aplicação do herbicida indaziflam de forma isolada não resultou no controle eficaz de nenhuma planta daninha analisada. Dessa forma conclui-se que a aplicação de indaziflam associado com glifosato possibilita melhor controle das plantas daninhas, pois resultou controle semelhante ao glifosato para as plantas daninhas D. horizontalis e E. indica, com a vantagem de possibilitar efeito residual de controle.


Palavras-chave


cafeicultura, herbicida, pré-emergente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.