Uso de reguladores de crescimento para diminuição de acamamento na cultura da soja (Glycine max)

Rodrigo Potheski da Luz, Bianca Rezende de Freitas, Paulo Cesar Cioneck, Samia Rayara de Sousa Ribeiro, Eduardo Roncatto, Arthur Arrobas Martins Barroso

Resumo


O uso de reguladores de crescimento na cultura da soja vem sendo utilizado como técnica de manejo, o qual busca reduzir o porte da planta, diminuindo a ocorrência de acamamento sem perdas na produção. Para se testar esse efeito, um campo experimental foi conduzido na EEACG – Estação Experimental Agrícola Campos Gerais, localizada no município de Palmeira – PR. Quando as plantas de soja estavam no estágio V3 a V4, foram aplicados os seguintes tratamentos: Drible (lactofen a 0,75 L ha-1 e 1,5 L ha-1), Zethamaxx (flumioxazina a 0,5 L ha-1 e 1,0 L ha-1), DMA 806 BR (2,4-D sal dimetilamina a 22,4 mL ha-1 e 44,8 mL ha-1), Ethrel (etefom a 0,15 L ha-1 e 0,30 L ha-1, Aurora (carfentrazona-etílica a 30,0 mL ha-1 e 60,0 mL ha-1) e Grap gradd (magnésio e ácidos carboxílicos a 0,5 L ha-1 e 1,0 L ha-1). As parcelas foram dimensionadas com 5 m de comprimento por 2,5 m de largura, com espaçamento de 50 cm entrelinhas e população de 280.000 plantas por hectare. O experimento foi desenvolvido em delineamento de blocos casualizados, utilizando-se de 4 repetições para cada tratamento. Foram avaliados altura das plantas, diâmetro do caule e produtividade, em uma área útil central de 4,5 m2 por ocasião da maturação da soja. Concluiu-se, utilizando o teste de Tukey (5% de probabilidade), que não houve diferenças entres as médias obtidas com os diferentes produtos analisados.


Palavras-chave


soja, acamamento, herbicida, fitossanidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.