Avaliação da deposição da pulverização na cultura da cevada com pontas de pulverização e taxas de aplicação distintas

Cleber Daniel de Goes Maciel, Douglas Furlam, José Cristimiano dos Santos Neto, João Paulo Matias, Enelise Osco Helvig, André Cosmo Dranca

Resumo


A cevada (Hordeum vulgare L) é um cereal de inverno utilizado na produção de malte para indústria cervejeira, e possui grande importância para região de Guarapuava-PR. Entre os fatores que interferem no rendimento dessa cultura se destacam as doenças de espiga, tais como giberela (Gibberella zeae) e brusone (Pyricularia grisea). A pesquisa teve como objetivo avaliar a qualidade da aplicação de associações de fungicidas na cultura da cevada com pontas de pulverização e taxas de aplicação distintas. O experimento foi conduzido a campo na safra 2017, utilizando a cultivar ANA01, no município de Guarapuava-PR. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em fatorial 5x2+1, com onze tratamentos e cinco repetições, constituídos por cinco modelos de pontas de pulverização (MAG 1, ST 110.015, AD 110.02 D, ADGA 110.015 e ADIA 110.02 T) no primeiro fator, assim como duas taxas de aplicação (100 e 150 L ha-1) no segundo fator e uma testemunha. A mistura em tanque de fungicidas e adjuvante Fox® + Bendazol® + Tilt® + Orobor N1® (0,5 + 1,5 + 0,5 + 0,5 L ha-1) foi aplicada com o corante azul brilhante FD&C-1 (1500 ppm), utilizando um pulverizador costal pressurizado a CO2, em velocidade de deslocamento e pressão compatível para formação das taxas de aplicação. A deposição da pulverização nas espigas com 150 L ha-1 foi em média 32,7% superior a 100 L ha-1, sendo os melhores resultados de depósitos e homogeneidade produzidos com as pontas de gotas média (ADGA 110.015) e grossa (ADIA 110.02 T). Apesar de não ter ocorrido doenças de espigas, as aplicações de fungicidas proporcionaram ganhos na produtividade de grãos, com destaque para as pontas ST 015, AD 02 D e ADGA 015 com 150 L ha-1. Para o comprimento de espiga, número de inflorescências por espiga e peso hectolitro não foram observadas diferenças significativas, independente da ponta e taxa de aplicação utilizada.

Palavras-chave


tecnologia de aplicação, mistura em tanque, Hordeum vulgare L.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.